As Mais Inovadoras Empresas de Música de 2010

27 fev

A Fast Company publicou uma lista das 10 empresas de música mais inovadoras de 2009/2010 e nós, da Palco07, resolvemos comentar algumas delas:

1. Spotify – é uma unanimidade. Todo mundo que tem acesso AMA. Trata-se de um aplicativo com uma biblioteca recheada de músicas e mais músicas, é o iTunes de graça e que não ocupa espaço no seu HD. Uma interface na qual é possível compartilhar playlists / mixtapes com todo mundo. Na verdade só é de graça pra quem não quer pagar e quem não se importa muito com os comerciais a cada 20 minutos de música tocada.  Também é fácil de navegar,  de se cadastrar, de montar sua própria biblioteca, de compartilhar os arquivos e o lay-out é basico. O problema é que ainda não está disponível para a América do Norte, nem para a América do Sul. Quem quiser testar o programa aqui no Brasil, tem que tentar conseguir o login com algum amigo gringo. www.spotify.co.uk

2. Apple Corps – é a empresa que cuida do patrimônio dos Beatles, não a do Steve Jobs. A grande sacada foi fazer com que lançamentos de diferentes produtos da banda invadissem as lojas do mundo inteiro, num período curto (menos de 1 ano). E as venda foram astronômicas, claro. A “maçã USB” continha o catálogo completo da banda e vendeu, só na primeira semana, 2.23 milhões de unidades no mundo. O tão esperado Box dos Beatles apareceu poucos meses depois, uma caixa digna para os colecionadores. Mais tarde, relançaram todos os CDs da carreira da banda. E ainda teve o videogame The Beatles Rock Band, que vendeu no mês de lançamento 595,000 unidades (uma ressalva, apesar dos fãs da banda serem completamente enlouquecidos com a idéia de poder “tocar” as músicas sendo um dos Beatles, para os jogadores de videogame o resultado ficou abaixo da expectativa). Ah, vale lembrar também do lançamento da linha The Beatles para a marca super descolada Comme des Garçons, com vendas de bolsas e camisetas em multimarcas ao redor do mundo.

Maçã USB

3. Man Made Music – Man Made Music é uma empresa de produção de música e sons e de consultoria em sonic branding. Joel Beckerman, o “man” da MMM, é um músico, arranjador, compositor, produtor de música, sound designer, empresário e conecta sons com as marcas.  A empresa conta com uma equipe composta por jovens músicos, designers de som, compositores conhecidos, supervisores de música, programadores, DJ’s, musicólogos e estrategistas de marca. Entre seus clientes estão: CBS, Super Bowl,  ESPN, FOX, Virgin Mobile, Disney, entre outros.  http://www.manmademusic.com/

4. Vevo – é o YouTube aperfeiçoado e pretende ser “o canal” para assistir conteúdo musical. A Fast Company escreveu: “Vevo está a caminho de se tornar o Hulu de vídeos de música.” No Brasil não está disponível, mas faz muito sucesso nos Estados Unidos. A qualidade é muito boa, é fácil de navegar e o intuito da empresa é fazer com que as pessoas parem de assistir video clipes na TV. Ao que parece, a VEVO, diferente do YouTube, paga para as gravadoras e artistas os vídeos clipes assistidos no próprio site e também para os embedded videos ou vídeos inseridos em outros sites. That’s the real “Music Evolution Revolution!” www.vevo.com

5. Antares Audio Technologies – são os responsáveis pelo mercado emergente de software e hardware de plug-ins. Um dos primeiros a criar os plug-in de Pro Tools, como : MDT ™ (Multibanda Dynamics Tool), JVP ™ (Júpiter Voice Processor) ™, SST (Spectral Shaping Tool) e, o Auto-Tune ™ – o plug-in mais vendido de todos os tempos. Para os leigos, esse é o tão famoso programa que corrige problemas no vocal e em outros instrumentos solo. Em 99 a empresa também inventou um programa, chamado Microphone Modeler, que permite que qualquer microfone de qualidade razoável soe como outros de diversas qualidade.  www.antarestech.com

6. Third Man Records – fundada em 2001, em Detroit e atualmente localizada em Nashville, este império de Jack White engloba: loja de discos, gravadora, um estúdio de produção com um estúdio de ensaio, estúdio de fotografia, câmara escura, escritório de produção e centro de distribuição. Todos  registros e gravações feitas lá são produzidas por Jack White e Third Man Records. Em seguida, os álbuns são prensados e  impressos tudo numa única parada em Nashville. Com toda estrutura e equipamento disponível no local, o artista pode gravar, fotografar, filmar, fazer a capa, prensar, imprimir e colocar o produto final na loja pra vender em apenas 1 dia!  Ah, e ainda é possível sair de lá com vinil de 7″, edição limitada. Você pode até não simpatizar por Jack ou uma de suas bandas (White Stripes, The Dead Weather, The Raconteurs) mas a proposta da TMR, não há como negar, é realmente impressionante, vai! www.thirdmanrecords.com/news.html

Jack White - Third Man Records TMR

7. Beats by Dr. Dre – a super esperta parceria entre a Monstro, o presidente Jimmy Iovine da Interscope, Geffen, A & M Records e Dr. Dre desenvolveu, além de um fone de ouvido de  altíssima qualidade, capaz de reproduzir com exatidão o som de um estúdio de gravação profissional sem nenhuma distorção, um acessório de moda e uma mega campanha de marketing com Black Eyed Peas, N.E.R.D, Eminem, Weezer, Lady Gaga e outros. beatsbydre.com

8. Ticketfly – é um serviço de compra de ingressos nos E.U.A que permite que grupos de amigos comprem juntos entradas na internet com poucos cliques e pagando menos taxas que outras empresas. www.ticketfly.com

9. Insomniac Productions – achamos nada a ver colocar esse festival em meio a tantas outras coisas bacanas, mas  a escolha é da Fast Company. Segundo a revista, o Electric Daisy Carnival é um festival anual de música eletrônica que acontece em junho, no Sul da Califórnia e o graaaande feito do evento foi ter levado 135 mil pessoas em 2009, tornando-se o maior festival de música eletrônica fora da Europa(???). Na verdade, o salto foi de 30 p/ 135 mil pessoas de uma edição para a outra. É, é bastante gente mas e daí? www.electricdaisycarnival.com

Eletric Daisy Carnival

10. Playdar – é um aplicativo open-source que foi criado para resolver  um problema de conteúdo: ouvir várias músicas de vários computadores diferentes, sem necessariamente tê-las no próprio HD. Você digita o nome de uma faixa que quer escutar e o programa vai procurar no seu disco local (biblioteca do iTunes, pasta de MP3, etc), na rede da sua casa ou do escritório (tipo o iTunes que pesquisa em bibliotecas compartilhadas), em outras fontes e joga tudo numa jukebox sua, sem usar espaço do seu disco rígido. www.playdar.org

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: