As Redes Sociais: artistas, fãs, marcas e potenciais consumidores

6 mar

A notícia que correu nos sites do mercado de música essa semana foi que o “Twitter alcançou 10 bilhões de mensagens”. Isso aconteceu na quinta-feira, dia 04 de Março de 2010. Em Novembro de 2008 conseguia a marca de 1 bilhão e há apenas 4 meses 5 bilhões de mensagens já haviam sido trocadas no Twitter. Pensando nessas informações, buscando outras tantas e aproveitando o lançamento na próxima terça-feira da loja online da Pitty, que possui fãs com presença massiva e 100% participativos no site e Twitter da artista, resolvemos buscar mais dados sobre redes sociais e publicar os trechos mais interessantes de uma entrevista que a empresa Frukt fez com Lauren Kozak, Diretora de Redes Sociais da Britney Spears e expert em Mídias Sociais para Marcas de Entretenimento.


Britney Spears é dona do Twitter de música mais popular da rede, 4,508,387 de seguidores. O 2˚ lugar é de John Mayer, com 3.114.328 seguidores.



F: Como você acha que a mídia social vem mudando a maneira como os artistas abordam sua base de fãs?
LK: Desde os primeiros dias da internet, comunidades de fãs têm existido de alguma forma – sites dos fãs e fóruns foram muito comuns no final dos anos 90; agora essas comunidades migraram para o Facebook, i-Like, Bebo, etc. Estas
novas ferramentas permitem que o artista e o fã se comunique da mesma forma que os fãs se comunicam entre si, criando uma
relação mais recíproca e próxima entre artista e fã.

F: Quais são os equívocos mais comuns quando se trata da capacidade de negócios nas redes sociais?
LK: O equívoco mais comum é que pode ser medido como a mídia tradicional. Mídia social é mais sobre como segurar e conhecer seus consumidores que estão lhe esperando no lobby, do que computar números da billboard. Você pode não saber quantas conversas começam a partir das interações feitas ali, mas você vai aprender profundamente sobre seus consumidores e construir relacionamentos mais forte e duradouros por causa dessa sua interação.

F: Quão importantes são Tweets aparentemente banais (como por exemplo o que um artista comeu no almoço) para envolver e se conectar com seus seguidores?
LK: Cada empresa e cada artista é também uma marca – fazer uso do Twitter compromete a imagem ou melhora? Para alguns artistas, mostrar aos seus fãs que eles são pessoas normais os tornam mais amáveis e relacionáveis. Por outro lado, para muitos artistas (como o Prince e David Bowie) ou marcas (como a Apple) é o mistério que faz parte do seu apelo.

F: Parece que ainda há um número limitado de marcas envolvidas com o Twitter. Você acha que existe um nível de incerteza e de hesitação por causa da sua excessiva transparência?
LK: Sempre que uma nova rede social superstar, como o Twitter, surge, as empresas se sentem pressionadas a entrar. Muitas tentam criar um serviço ou uma presença imediata extremamente equivocada que repele e confunde os consumidores. Nos últimos meses, um número crescente de empresas estão criando presenças inteligentes no Twitter. Transparência é importante, mas é preciso saber o que mostrar. A empresa não deve entrar em nenhuma rede social sem antes descobrir como fazê-lo e como transformá-lo em uma ferramenta adequada.

20% DAS CONVERSAS NO TWITTER SÃO SOBRE MARCAS


F: Com cerca de 20% dos tweets pertencente a uma marca ou produto, como as empresas devem tirar proveito desses comentários?
LK: As empresas pagam pesquisas de mercado há anos e, portanto, elas já deveriam saber ouvir os seus consumidores. A mídia social traz um vasto leque de novos clientes para as empresas e estas devem saber escutar o feedback deles, de graça. Você deve usar os comentários dos usuários para desenvolver um produto mais esperto, melhor, sem perder a individualidade da sua marca ou produto para o pensamento do grupo da internet.

F: Qual é a melhor maneira de medir o resultado da mídia social? Como você mede o sucesso de um perfil no Twitter? É puramente um jogo de números ou tem mais a ver com a forma como a marca / artista é percebida através de uma comunidade do Twitter?

LK: As melhores maneiras de medir os resultados são:
1 – De forma tradicional: número de impressões, acessos, etc.
2 – De formas locais mais específicas: número de seguidores do Twitter, número de posts no Facebook, o número de comentários em vídeos, etc.
3 – Comentários qualitativos. As redes sociais transformaram toda a internet num grande  focus group – saiba utilizar estas ferramentas para ouvir seu público!

F: O desenvolvimento das redes e mídias sociais tirou o foco dos sites específicos das marcas e bandas. O artista perdeu o controle de como a imagem dele é percebida?
LK: Nossa cultura está mudando. Os usuários têm o controle do conteúdo: sobre o que, quando e onde eles consomem. Ao invés de assistir a um programa de TV ao vivo, você pode gravá-lo, baixá-lo, ou simplesmente ver os melhores momentos no YouTube. O mesmo vale para a notícia – você pega as histórias para você, e muitas vezes vai saber das últimas notícias pelo Twitter ou Facebook dos seus amigos. Um artista ou marca ainda pode controlar suas mensagens e distribuí-las através de todos os canais possíveis. O usuário pode até não entrar mais no seu site, mas ele vai ler a mensagem que estava na sua página quando estiver navegando no YouTube, ou Twitter, ou Blog, ou Facebook, espontaneamente.


65% DA AUDIÊNCIA DA INTERNET DO MUNDO ESTÁ PRESENTE EM REDES SOCIAIS.


O BRASIL É O PAÍS DO MUNDO MAIS PRESENTE EM REDES SOCIAIS. O BRASILEIRO PASSA EM MÉDIA 6H30 POR DIA NAS REDES. 1˚ COLOCADO É A RÚSSIA.


96% DOS CONSUMIDORES ESPERAM QUE AS MARCAS ESTEJAM PRESENTES EM REDES SOCIAIS.


85% DOS CONSUMIDORES ACEITAM INTERAGIR EM MÍDIAS ONLINE COM AS MARCAS.


Uma resposta to “As Redes Sociais: artistas, fãs, marcas e potenciais consumidores”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como usar a Rede Social para Transformar Usuários em Consumidores « PALCO07 – Inteligência de Música - 13/03/2010

    […] INTERESSOU? ← As Redes Sociais: artistas, fãs, marcas e potenciais consumidores […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: