Você é racional?

2 abr

Antes de tomar qualquer outra decisão, você precisa parar para responder a esta pergunta: você é racional?

A decisão racional é baseada em testes, dados e uma compreensão da mecânica do sistema em que você está trabalhando. Quanto mais você souber, melhor será sua decisão. Uma decisão irracional é baseado em instintos, convicção e fé.

Ninguém é racional o tempo todo.

Há jogadores de cartas em Las Vegas que são racionais no blackjack e levam uma vida decente. Quanto mais jogam, melhor ficam. No mesmo cassino, há jogadores que roubam, sopram dados, fazem sinais e usam sapatos de sorte. Esses, inevitavelmente, se jogarem durante um tempo suficiente, sairão quebrados, sem dinheiro.
Se você estiver executando o Adwords do Google, eu espero que esteja tomando decisões racionais com base em cliques e de conversão.
Por outro lado, você estava racional quando se apaixonou? Será que você fez a matemática?

A própria natureza da fé prega que você não é, e não deveria ser, racional sobre o assunto. A verdade é que você tem o direito de ficar horrorizado e não concordar quando alguém o confronta com alguma prova. Prova e racionalidade não são os pontos principais. Mesmo na arte. Se o seu gosto para pintura, música ou o vinho é baseado em algum tipo de análise racional, eu sinto muito por você. Informação mais profunda e detalhada não é melhor informação quando você está tomando decisões irracionais.

Quando Chris Blackwell introduziu o reggae para o resto do mundo com Bob Marley,  foi irracional. Aquele era o melhor momento para trabalhar com Bonnie Raitt e Jackson Browne. Nenhuma análise quantitativa racional teria levado um investidor até Chris.

Paixão irracional é o agente fundamental para mudar nossa economia. Fé, beleza e um desejo de mudar as coisas não podem ser facilmente quantificado, e não podemos viver sem eles.

Steve Jobs é totalmente irracional sobre o design dos produtos que ele cria. Quem se importa com o que os outros pensam? Ele acredita em seu instinto.

Seu site foi racionalmente concebido? Deve ser? E quanto ao processo usado para criar novos produtos ou anúncios? Ou a maneira que você escolhe o objetivo de sua partida?

Há espaço para tomar decisões em ambos caminhos: racionais e irracionais, o que eu penso é que o melhor que podemos fazer é escolher qual caminho queremos ir antes de fazer qualquer coisa, antes de fingir que escolhemos um caminho quando  na verdade estamos fazendo o outro. A pior coisa que podemos fazer é nos forçar a seguir um caminho quando de fato deveríamos seguir o outro.

Texto retirado do blog do Seth Godin no dia 01 de Abril de 2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: