A nova mania na China: os festivais de rock

12 dez

Como as empresas chinesas chegaram à conclusão de que investir em rock é um grande negócio

*Foto do site da SPLATTER

A HeartBeats International publicou um ótimo post sobre a nova onda de festivais pela China. Até 2009, os fãs de música alternativa do país só tinham UMA opção: um festival de heavy-metal (Midi) em Pequim, que acontece desde 1999. No texto, publicado originalmente pela agência Splatter, eles explicam o que as marcas podem ganhar patrocinando e se unindo aos festivais. Os benefícios, como sabemos, não são um privilégio do mercado chinês, e podem ser aplicados a qualquer outro mercado.

*MIDI, o festival de (heavy) rock mais tradicional da China

Abaixo, trechos da matéria em tradução livre:

“O festival MIDI era o único evento anual de música na China até 2007, quando a Modern Sky Records e a Split Works lançaram dois festivais – visando uma platéia mais ‘hipster’ e mais atraente (para os marketeiros, pelo menos). A primeira, montou o Modern Sky Festival em Pequim; a segunda, o  Yue Festival em Xangai, com o apoio da Converse e da Bacardi.

E assim, há três anos, os festivais têm pipocado por todos os cantos  do país, totalizando 60 deles só em 2010.

Modern Sky Festival, festival da Modern Sky Records

No entanto, festivais ainda são um negócio caro: criar uma vila temporária para quatro dias de festa, negociações nacionais e internacionais, cachês de bandas internacionais e nacionais (artistas locais triplicaram seus cachês  com a demanda dos últimos anos)… – tudo isso exige um investimento de milhões de dólares!

Se você analisar o preço dos ingressos ($60RMB por dia: 1 RMB ou, 1 Yuan, equivale a US$ 0,15, aproximadamente) mais a média de público (de duas a oito mil pessoas), fica claro que há uma disparidade financeira.

Então, como os organizadores fazem para completar essa lacuna financeira? Na China, há quatro maneiras:

  • A prefeitura local assume as despesas do festival para promover uma cidade ou um distrito (ex: Suzhou Holisland, Zhangbei Inmusic, Zhenjiang Midi Festival)
  • Patrocinadores (Modern Sky, YUE, Nokia’s Strawberry in Xi’an)
  • Formentadores do setor imobiliário se oferecem para sediar um festival, para assim, atraírem a atenção da mídia e do público para determinada região – e futuramente lucrarem com as propriedades a serem construídas ali. (ex: Tianjin Dreamvalley, Great Wall Tanglewood)
  • Promotores bancam festivais do próprio bolso

Em outro casos, festivais são organizados em uma junção das alternativas acima (ex: Zebra Festival, uma ‘joint venture’ entre Zebra Media e o governo de Chengdu).

>> Por causa da necessidade de investimento, marcas e agências vêm sendo assediadas por todos os festivais.

E por que uma marca associaria um festival de música à sua estratégia de marketing?

O que a Splatter diz aos seus clientes é o seguinte:

  • Em festivais, as marcas têm uma grande oportunidade de interagir com seus consumidores. Ir a um festival é uma das experiências mais divertidas do mundo, e isso deixa o público incrivelmente mais receptivo para as mensagens dos patrocinadores.
  • Algumas marcas podem usar a participação em um festival de música para uma campanha mais abrangente, comprando espaço em outras mídias e, consequentemente, mobilizando redes sociais. Festivais agregam grandes valores em termos de imagem e marketing.
  • Sua marca só se beneficia com a associação (positiva e apaixonada) do produto com o festival e com os artistas envolvidos.
  • Finalmente, nos festivais há outras oportunidades de negócios pelos quais seu público alvo vai fazer questão de pagar. Marcas mais experientes garantem que há aumento nas vendas após grandes eventos.

E aí, qual festival tem a cara da tua marca?”

>> MAIS INFO:

  • A Splatter é uma agência de “Music Communications” – comunicação através da música- radicada na China. Split Works é a agência irmã da Splatter, especializada em shows e radicada em Pequim e Xangai.
  • A HeartBeats Internartional é uma agência de Music Branding sueca, e você já leu sobre eles aqui:

>> POSTS RELACIONADOS:

“Os 4 Es do Marketing” // Marketing Musical & a Estratégia da Sondagem” // “A vida comeca com uma batida”

>> Assista ao VÍDEO sobre a “invasão dos festivais” na China:

>> TEXTO ORIGINAL:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: