O K-Pop quer dominar o mundo

23 mar

K-Pop, o Pop Coreano, é a arma mais potente do país para conquistar o mercado externo. Todos os dias, uma banda coreana entra no Top Trending Topics do Twitter. Ou nos mais vistos do YouTube. Ou gera milhões de acessos diários aos blogs especializados. Parece um reinado apenas virtual? Só parece.

 

No ano passado, a revista TIME publicou um artigo sobre a globalização da música pop coreana. Na matéria, jovens artistas da Coréia do Sul mostravam-se impressionados com a velocidade com que seus vídeos e músicas se espalhavam pelo mundo. Tudo graças à internet, mas também pela tendência asiática de, segundo a revista, rotular tudo o que vem da Coréia do Sul como “cool”.


 

Essa onda “Korean cool” chegou ao ocidente quando em junho de 2010, o cantor sul-coreano Taeyang (vídeo abaixo) ficou em segundo lugar de vendas no iTunes americano (categoria R&B) — e em primeiro lugar no Canadá! Foi o primeiro artista asiático a conseguir a façanha.


 

Detalhe: Taeyang não fez qualquer divulgação do álbum fora da Ásia. Sua música foi se espalhando naturalmente pelas redes sociais. O blog All KPop é especializado em notícias e fofocas sobre música pop coreana. É escrito em inglês, com base nos EUA e totalmente voltado para o público internacional. Dados publicados nessa matéria da TIME sugerem que o blog gera mais views que qualquer site de música da Coréia.

Taeyang aproveitou a oportunidade e relançou o álbum, agora com versões em inglês das músicas. Em poucas HORAS, chegou ao terceiro lugar no Japão, quinto no Canadá e décimo nos EUA. Foi a primeira vez que um artista asiático lança um CD visando apenas o mercado ocidental, com divulgação feita somente através das redes sociais.



Desde então, outros grupos do país tiveram reconhecimento imediato. 2NE1 (abaixo), outra banda local, virou mania e acabou na trilha de um comercial da LG. O buzz foi tamanho que will.i.am, do grupo Black Eyed Peas, se ofereceu para produzir o próximo trabalho da banda.


 

Estamos voltando a esse assunto por causa de um vídeo publicado no site da revista Monocle, sobre a ascensão da música pop coreana. A revista conversou com executivos da indústria da música, além de apresentadores e empresários da MTV Asia. No vídeo, descobrimos que a maior parte do público ‘blogando’ e ‘tuitando’ sobre K-Pop não está mais na Coréia.


 

O K-Pop já dominou a MTV Asia e agora aterrisa na MTV americana fazendo pop-baba-americano com sotaque coreano e visual universal. Todos esses artistas preenchem os pré-requisitos do pop pastelão americano: ritmo que convença na pista, clipes ágeis e coloridos, melodias pegajosas, dancinhas fáceis de imitar, samples, muito auto-tune… Seguindo a cartilha, seja em inglês, grego ou coreano, não tem como errar! O importante é ter sempre a internet jogando do teu lado.

“Não precisamos mais depender dos grandes canais TV e das estações de rádio. As redes sociais estão fazendo tudo pela gente. Com a internet, não há mais fronteiras ou limites.”

Depoimento de Jinu Kim, diretor executivo da YG Entertainment, para o site da revista Monocle. O vídeo você pode assistir aqui: KOREAN MUSIC INDUSTRY.

>> Espalhamos pelo post vários exemplos do ULTRA-pop K-Pop. E aí, aprovado?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: