Apps de Música – parte IV: a rádio 24h do Soulwax e o álbum-aplicativo da Björk

5 jul

* Continuamos na campanha por aplicativos de música mais criativos! Esse é o nosso quarto post sobre algo que parece tão pequeno, mas que faz MUITA diferença na relação entre artista e fã.

“A primeira geração de apps de música era meramente promocional. Todos diziam que era uma nova maneira de ter um relacionamento mais pessoal com os fãs, mas no fim, não passavam de um outro canal para pedir aos fãs que comprassem ingressos, fizessem downloads, assistissem aos vídeos no YouTube ou seguissem o artista no twitter.”

O trecho acima é de uma matéria do jornal inglês The Guardian sobre o assunto, publicado esta semana. A matéria fala também sobre a segunda geração de aplicativos, que já parece um pouco mais interessante. Como dissemos nos últimos posts sobre o assunto, há sim uma esperança! Citamos o exemplo do aplicativo do site Songkick e também o aplicativo de um CD que interagia com o ambiente.

* Mais dois projetos na área merecem destaque por aqui:

1- A dupla belga Soulwax (ou, 2 Many DJs) lançou o app Radio Soulwax para iPhone e iPad, que assim como no site Radio Soulwax, vai ter remixes 24h por dia, com vídeos. O aplicativo é gratuito! A cada semana, um show do duo será adicionado ao app. Os usuários podem assistir por streaming ou fazer downloads. O aplicativo levou DOIS anos para ficar pronto e envolveu uma equipe gigante entre diretor de arte, produtores e designers.

2- O aplicativo da islandesa Björk ainda não está disponível, mas promete ser inovador por ser o primeiro “álbum-aplicativo” do mundo, gravado no iPad e lançado através de “apps”. O projeto gira em torno do novo trabalho da cantora, Biophilia, a ser lançado em setembro deste ano. Serão dez aplicativos, um para cada música do CD, armazenados no “aplicativo mãe” que agregará os dez ítens.

Cada app de Biophilia terá um game interativo baseado na música correspondente, que permitirá que o usuário interaja com elementos presentes na letra, enquanto cria a sua versão da música. Além do game, o usuário terá acesso a uma animação, à letra e até a uma análise crítica sobre o tema da canção.

“O que os dois projetos têm em comum é o engajamento criativo dos artistas, trabalhando com programadores, designers e artistas visuais. Tudo isso só pelos fãs? Talvez. Mas eles representam mais dois passos a caminho da descoberta de como os smartphones e tablets irão mudar a maneira como vivenciamos a música”

— conclui Stuart Dredge, para o Guardian.

>> MAIS:

>> POSTS RELACIONADOS:

Uma resposta to “Apps de Música – parte IV: a rádio 24h do Soulwax e o álbum-aplicativo da Björk”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Apps de Música – parte V: como as marcas estão entrando nesse universo « PALCO07 – Inteligência de Música - 11/12/2012

    […] criativa, permitindo uma interação cada vez maior e mais intensa com seus fãs, como é o caso do “álbum-aplicativo” da Björk e dos apps “location-aware”, já comentados aqui no […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: