Tag Archives: Converse

Restrospectiva 2012: confira as melhores campanhas de marketing musical do ano

21 dez

O ano está chegando ao fim e chegou o momento da nossa tradicional retrospectiva listar o que de melhor aconteceu na associação entre marcas e música – e que ganharam destaque aqui no blog ao longo do ano

>> AmEx realiza shows de grandes bandas filmados por diretores renomados

O American Express Unstaged é uma série de shows promovidos pela AmEx e transmitidos online e em tempo real simultaneamente para todo o mundo. Não fosse bom o suficiente, os shows ainda são dirigidos por renomados diretores.

Pelo projeto passaram parcerias entre nomes como Killers e Werner Herzog, Arcade Fire e Terry Gilliam, Duran Duran e David Lynch, John Legend e Spike Lee, Coldplay e Anton Corbijn, Jack White e Gary Oldman, entre outros.

>> A olimpíada mais musical de todos os tempos

Imagem2

A Universal foi agressiva e eficiente, e marcou presença nos jogos olímpicos de Londres.

Além dos shows que aconteceram durante a cerimônia de abertura, rolaram diversas apresentações ao vivo pela cidade antes, durante, e depois dos jogos.

Fora as performances ao vivo, playlists com milhares de músicas foram elaboradas especificamente para cada momento e tipo de esporte, e álbuns e faixas oficiais foram lançados – e viraram sucesso no iTunes!

>> Coca-Cola faz parceria com Spotify

Serviços de streaming de música vêm sendo considerados (até o momento) uma das melhores alternativas para a guerra entre o download de música digital e as gravadoras. O número de assinantes cresce, assim como número de serviços oferecidos e a quantidade de marcas querendo se associar de alguma forma.

spotify-coca-cola-partnership-facebook-applications-0

De olho nisso, a Coca-Cola fez uma parceria com o mais famoso serviço de música online, o Spotify (que infelizmente ainda não existe no Brasil) e passou a oferecer diversos aplicativos com o objetivo de ampliar a experiência do fã de música dentro da plataforma.

>> O indie é o novo pop

O festival SXSW, antes pequeno e independente, vem sendo cada vez mais alvo de marcas que querem se associar à ele por todo o buzz e tendências que ele gera.

sxsw_2012_logo

Voltado para o cinema, tecnologia e principalmente música, o festival recebe desde bandas (ainda) desconhecidas até disputados shows de grandes nomes em pequenas lajes e pubs.

A cada ano o número de bandas, público e palestrantes aumentam – assim como a presença das marcas, o que fez com que o festival batesse recorde de patrocínios esse ano, mas sem perder o clima alternativo.

Confira aqui as campanhas mais bem sucedidas feitas pelas marcas durante o festival desse ano.

>> Visando o público jovem, Lacoste aposta na música

Buscando atingir uma nova faixa etária, a tradicional marca lançou a linha Lacoste Live, que traz roupas mais jovens e descoladas e utiliza a música para criar conexão com esse público.

Penguinprison

Realizando diversos shows pelos EUA, não por acaso a campanha é focada em Nova York, especialmente no Brooklin, e mais especificamente em Williamsburg, na tentativa de se associar às novas tendências que geram impacto na moda e na música. A marca fez, inclusive, uma pool party no cobiçado Coachella.

>> Absolut e Gorillaz

São inúmeras as edições limitadas de garrafas já lançadas pela Absolut ao longo dos anos. A marca sabe o apelo que tem e aposta na exclusividade das artes para satisfazer os colecionadores de suas garrafas.

422473_10150736103683368_2050459003_n

Em março a marca se associou à música – ainda que indiretamente – com o lançamento de garrafas em homenagem a Londres com desenhos feitos pelo artista Jamie Hewlett, o co-criador do Gorillaz.

>> A Converse

Claramente a Converse não poderia faltar na nossa retrospectiva de final de (qualquer) ano. A marca é a mais comentada aqui no blog e fica até difícil escolher um dos projetos da marca, pelo trabalho contínuo e coerente que ela faz dentro da música.

Das ações desse ano, vale destacar a ida do estúdio Rubber Tracks ao festival Pop Montreal. O estúdio, localizado em Nova York, assumiu formato itinerante e invadiu o festival canadense, permitindo que bandas independentes que estavam por lá gravassem seu material original de graça e ficassem com os direitos autorais das canções (assim como ocorre na sede em NY).

Outros projetos da Converse que já viraram assunto por aqui:

>> A Intel

Outra marca que tem atuação consistente dentro a música – e das artes de um modo geral – é a Intel.  Uma conexão que a princípio poderia soar forçada, é muito bem trabalhada pela marca que já fez projetos em parcerias com Pitchfork, Pandora e Spotify, entre outros.

Recentemente a marca se associou à MTV para realizar shows em lugares secretos nos EUA. Sabendo apenas o lineup e a cidade, os fãs precisavam conseguir um determinado número de compartilhamento de seus tweets para que o local do show fosse revelado.

>> A conclusão de 2012

O que entendemos com essa retrospectiva é que em pleno 2012, ainda são poucas as marcas que se relacionam de forma mais presente na conversa em torno da música, com a grande maioria das marcas ainda se limitando a ações pontuais, de impacto e de baixo relacionamento com as cenas.

No Brasil, que ainda carece de um mercado de música bem estruturado, auto-sustentável, com preços justos, é uma pena que as marcas ainda não entendam o real potencial de comunicação de eventos e ativações relacionadas à música. Por consequência, deixam de investir nesse mercado que busca se firmar, e que a cada ano se faz mais presente e influente nas escolhas de consumo e valores junto aos mais variados grupos de publico.

2013 acena para uma lenta, mas gradativa percepção de novas mídias e novos formatos de comunicação. A musica está aí, desde sempre e pra sempre, cada vez mais importante e mais presente na formação da sociedade como um todo, e se tornando a mais influente mídia dos novos tempos. (tá bom, no Brasil é a segunda ainda, depois da Globo!!)

… e já que o mundo parece que não vai acabar hoje, que venha 2013!

CONVERSE RUBBER TRACKS vira estúdio pop-up e chega ao festival POP MONTREAL

25 set

Mais uma da CONVERSE! Desta vez, o Rubber Tracks, estúdio da marca, invadiu o festival canadense POP MONTREAL!

>> Já estamos acostumados às lojas pop-up dentro dos festivais. Marcas e artistas acharam uma maneira de chamar a atenção para seus produtos licenciados e raridades, misturando-se ao público de festivais que sempre querem levar uma lembrancinha da sua banda preferida para casa. Jack White já tem a sua desde 2009 e o grupo de rap-bagunça Odd Future seguiu a moda este ano (fãs chegaram a fazer fila para comprar uma camiseta de 160 dólares na lojinha itinerante dos rappers).

>> Entre as marcas, chegamos a citar aqui no blog as lojinhas ‘on-the-road’ da LACOSTE e da KATE SPADE.

>> Mas a CONVERSE, como sempre, conseguiu inovar e levou o seu estúdio RUBBER TRACKS até o Canadá, dentro do festival POP MONTREAL. Por quatro dias, nesse último fim de semana, novos artistas canadenses tiveram a oportunidade de gravar material original nesse estúdio. Gratuitamente, claro, e todos eles ficaram com os direitos autorais dessas gravações. Além disso, o estúdio também serviu como palco para shows de bandas já conceituadas e para entrevistas que foram transmitidas na página da Converse no Facebook.

*Born Ruffians tocando no estúdio da CONVERSE durante o POP MONTREAL

>> LINKS:

>> POSTS RELACIONADOS:

A campanha “3 Artistas, 1 Música”, da CONVERSE, inventou mais uma: agora quem remixa é o fã!

3 set

>> Não cansamos de falar sobre o projeto “3 artistas, 1 música”, da Converse, que apesar de já estar há um bom tempo no mercado ainda não perdeu a força. Pelo contrário: a cada campanha, a marca tem o cuidado de achar e unir artistas ‘do momento’ com outros já conceituados, envolvendo fãs de estilos e gerações diferentes. Desta vez, a CONVERSE deu mais um passo e resolveu envolver esse consumidor e o fã de música mais diretamente.

A parceria da vez é com a empresa virtual Indaba Music, que funciona como uma plataforma voltada para músicos. O site também permite que músicos produzam e remixem suas músicas usando um console online.  Agora, a CONVERSE e a INDABA MUSIC convidam o fã a remixar a faixa da última campanha, baixando todas as bases no site e deixando a música como bem quiser. O vencedor leva presentes da Converse e $2500 dólares.

Para esta “temporada”, os 3 artistas convidados foram a cantora neozelandesa Kimbra, Mark Foster do grupo Foster The People e o DJ canadense A-Trak, que gravaram a faixa principal “Warrior” no próprio estúdio da marca, o Converse Rubber Tracks. Veja o vídeo da música original, que acabou entrando nas edições especiais do disco de estreia da cantora Kimbra:

>> A Converse e a Indaba também fizeram um concurso chamado Discover: Make It Black, no qual os usuários do site podiam enviar suas versões para os seguintes clássicos: “Blackbird” dos Beatles, “Black Water” do The Doobie Brothers e “Black Horse And The Cherry Tree” do KT Tunstall.

Os três vencedores, um para cada faixa, já foram anunciados e ganharão uma viagem até o estúdio Rubber Tracks. Lá, além do prêmio em dinheiro, eles poderão gravar a música cover inscrita no concurso e uma música de autoria própria. Um EP com essas faixas será distribuído em algumas lojas da Converse pelos EUA. Mais: uma equipe de filmagem vai documentar as gravações do disco para um mini-documentário sobre a campanha.

(*via Brand-e.biz)

>> SAIBA MAIS SOBRE A CAMPANHA:

  • Em 2008, saiu a primeira faixa da campanha: “My Drive Thru”, com Santi White (ex-Santogold), Julian Casablancas (Strokes) e Pharrell Williams.
  • Depois, a faixa “All Summer”, com Rostam Batmanglij (Vampire Weekend), Kid Cudi e Bethany Cosentino (Best Coast).
  • A terceira música do projeto, “I Didn’t Know What Love Was”, teve a participação de Bernard Sumner (Joy Division/New Order), Alexis Taylor & Joe Goddard (Hot Chip) e a dupla Hot City.
  • Em 2011, a marca reuniu Graham Coxon (Blur), Paloma Faith e Bill Ryder-Jones (Coral) no começo do ano, e Matt & Kim, Soulja Boy, e Andrew W.K. no segundo semestre.
  • Este ano, a Converse reuniu a banda Gorillaz com James Murphy e Andre 3000.

Campanha “3 artistas, 1 música”, da CONVERSE, agora na Coréia

28 maio

>> A CONVERSE levou pela primeira vez a sua campanha “3 Artistas, 1 Música” para a Ásia, mais especificamente para a Coréia. Os três jovens artistas coreanos escolhidos para representar a marca foram: o grupo de indie-rock Jaurim, a banda de hip-hop Aziatix e o trio eletrônico Idiotape.

>> A ideia é a mesma:  unir três artistas de diferentes gêneros musicais para que juntos, criem uma música para a Converse* (*leia mais sobre isso no fim do post). A faixa criada por eles será lançada ainda este mês e poderá ser baixada gratuitamente no site da campanha: ConverseKorea.com.

“Como a campanha ‘3 Artistas, 1 Música’ estimula a criatividade artística globalmente, não poderíamos estar mais empolgados por poder levar essa ideia ao mercado asiático.”

— diz Geoff Cottrill, diretor de marketing da Converse.

>> CONHEÇA OS ARTISTAS COREANOS ESCOLHIDOS PELA CONVERSE:

>> SAIBA MAIS SOBRE A CAMPANHA:

  • Em 2008, saiu a primeira faixa da campanha: “My Drive Thru”, com Santi White (ex-Santogold), Julian Casablancas (Strokes) e Pharrell Williams.
  • Depois, a faixa “All Summer”, com Rostam Batmanglij (Vampire Weekend), Kid Cudi e Bethany Cosentino (Best Coast).
  • A terceira música do projeto, “I Didn’t Know What Love Was”, teve a participação de Bernard Sumner (Joy Division/New Order), Alexis Taylor & Joe Goddard (Hot Chip) e a dupla Hot City.
  • Em 2011, a marca reuniu Graham Coxon (Blur), Paloma Faith e Bill Ryder-Jones (Coral) no começo do ano, e Matt & Kim, Soulja Boy, e Andrew W.K. no segundo semestre.
  • Este ano, a Converse reuniu a banda Gorillaz com James Murphy e Andre 3000.

IT’S ‘SHOETIME’! CONVERSE faz parceria com o GORILLAZ para comemorar os dez anos do álbum de estreia do grupo

1 dez

A Converse anunciou esta semana a parceria com a banda inglesa, que inclui design de uma coleção de tênis e uma música exclusiva.

>> Nem parece, mas já faz dez anos que o primeiro disco do Gorillaz foi lançado! A coleção-tributo da Converse ao Gorillaz tem lançamento previsto para fevereiro de 2012 e vai custar aproximadamente $60 dólares (preço sugerido). O designer responsável é o próprio Jamie Hewlett, quadrinista e co-criador do mundo virtual do Gorillaz. Todas as estampas terão referências aos elementos presentes nos álbuns e nos shows do grupo. O primeiro “teaser” é o da foto acima, que traz a estampa camuflada usada na capa do primeiro disco, “Gorillaz”:

>> CAMPANHA “TRÊS ARTISTAS, UMA MÚSICA”

Vocês se lembram da campanha “3 artistas, uma música”? Já falamos bastante dela por aqui. O projeto une sempre três artistas de diferentes gêneros para que juntos, criem uma música para a Converse*. (*leia mais sobre isso no fim do post)

Pois bem: além dos quatro modelos de tênis, a campanha “3 artistas…” também vai contar com a participação do Gorillaz! \o/ O lançamento da música vai coincidir com o da coleção. Ainda não foram anunciados os outros dois artistas que irão colaborar na produção da faixa.

>> Na terça-feira, o Gorillaz lançou uma compilação dos hits da banda: “The Singles Collection”. No site interativo, você pode passear por todas as fases do grupo, explorando vídeos, fotos e músicas.

>> 3 ARTISTAS, 1 MÚSICA:

  • Em 2008, saiu a primeira faixa da campanha: “My Drive Thru”, com Santi White (ex-Santogold), Julian Casablancas (Strokes) e Pharrell Williams.
  • Depois, a faixa “All Summer”, com Rostam Batmanglij (Vampire Weekend), Kid Cudi e Bethany Cosentino (Best Coast).
  • A terceira música do projeto, “I Didn’t Know What Love Was”, teve a participação de Bernard Sumner (Joy Division/New Order), Alexis Taylor & Joe Goddard (Hot Chip) e a dupla Hot City.
  • Em 2011, a marca reuniu Graham Coxon (Blur), Paloma Faith e Bill Ryder-Jones (Coral) no começo do ano, e Matt & Kim, Soulja Boy, e Andrew W.K. no segundo semestre.

>> SITES:

>> POSTS RELACIONADOS:

“É mais fácil viver sem esportes e cinema que viver sem música”

26 jul

Pesquisa realizada na Suécia analisa o impacto da música na vida das pessoas. Dos 1000 entrevistados, TODOS disseram que ouvem música TODOS os dias, no mínimo meia hora por dia. Mais: de cada dez entrevistados, OITO conheceram artistas ou bandas através de alguma marca.

* Você ouve música todos os dias? Quantas horas por dia? Quanto tempo você gasta por semana procurando por música nova? Passou a gostar de alguma banda por causa de uma marca? Essas foram algumas das perguntas feitas a mil pessoas, entre 16 e 64 anos e do mundo todo, pela agência Heartbeats. Compilamos alguns dos resultados abaixo — o relatório completo, chamado “Uncovering Musical Myth”, pode se encontrado aqui.

* Dos entrevistados, todos responderam que seria praticamente impossível viver sem música. Todos ouvem música pelo menos uma vez ao dia e 32% passam de 4 a 8 horas por dia com o som ligado! De cada dez pessoas que responderam ao questionário, nove procuram por novos artistas online todo mês e 92,4% dos entrevistados acham positiva a colaboração entre artistas e marcas:


*imagem tirada do blog da Heartbeats

* Acima, um resumão da pesquisa. Traduzindo:

  • É mais difícil viver sem música que viver sem jornais, esportes e filmes.

  • Tocar a música ‘certa’ em seu estabelecimento faz com que os clientes fiquem por mais tempo

  • A música tocada em seu estabelecimento influencia a opinião dos clientes sobre a sua marca

  • Música no ambiente de trabalho proporciona bem-estar aos funcionários

  • Os entrevistados acham importante que artistas, compositores e músicos recebam pelas músicas de sua autoria tocadas em lugares públicos

* Mais sobre os resultados: analisando o gráfico abaixo, percebemos que 32% ouvem música de 4 a 8 horas por dia; 7,5% por mais de oito horas e quase a mesma porcentagem para aqueles que ouvem música durante todo o tempo em que estão acordados!


*imagem tirada do blog da Heartbeats

* Music Branding: 81,1% dos entrevistados dissseram que conheceram uma banda ou artista através de alguma marca (através de um comercial, marketing musical ou de algum site patrocinado por uma marca — Electronic Beats, Converse e Noisey, foram as campanhas citadas, todas já mencionadas aqui no blog da Palco07).

* Sobre artistas colaborarem com marcas, 83% dos entrevistados disseram que “é válido, contanto que o artista em questão tenha a ver com a marca”. Ninguém concordou com a frase que dizia que eles “não ouviriam artistas que estivessem ligados a marcas”, mas 7,5% preferem bandas sem envolvimento com empresas.

* A pergunta mais interessante foi a que pedia aos entrevistados que citassem a marca (multinacional) que mais soube trabalhar com música e com os artistas no último ano, seja patrocinando ou promovendo campanhas. Red Bull Music Academy foi a mais lembrada. Coca-Cola ficou em segundo lugar (!!!) e a Converse, em terceiro. Apple, Pepsi, Adidas, Levi’s e T-Mobile vieram logo atrás.

>> MAIS INFO:

Converse Rubber Tracks: o estúdio da Converse no Brooklyn finalmente abre as portas!

20 jul

Em construção desde o ano passado, Converse Rubber Tracks vai ser o estúdio para bandas independentes em um dos bairros mais musicais (e ‘hypados’) de Nova York. E de graça!

>> Já falamos sobre esse projeto incrível da Converse aqui no blog, em fevereiro. Na época, discutíamos sobre como as marcas se tornaram as novas gravadoras. O foco era exatamente na Converse e nos seus inúmeros projetos envolvendo marca, fãs e consumidores, em que todos acabavam ganhando.

>> Converse Rubber Tracks, o projeto em questão, promete ser um lugar onde as bandas vão gravar de graça, com equipamentos de última geracão e com acompanhamento de profissionais — desde o ano passado e até maio deste ano, as bandas independentes poderiam se inscrever para participar da seleção.

>> Os direitos autorais são dos artistas, mas a marca tem o direito de divulgar e utilizar as canções no site da Converse e em todos os canais de mídia, incluindo as redes sociais, claro, podendo atingir milhões de consumidores! Essa é a grande chance dos artistas independentes se tornarem populares de uma hora para outra: a Converse vai postar vídeos dos bastidores, depoimentos das bandas e escolherá a “faixa da semana”, uma música que terá mais destaque naquela semana.

*Foto do site Freshness

>> No dia 13 de julho o Rubber Tracks foi finalmente inaugurado! A cada três meses, novas bandas poderão se inscrever no site.

>> Uma agência de marketing & mídia de Nova York, a Cornerstone, irá tocar o projeto para a Converse. E disso eles entendem. A Cornerstone já gerencia o selo Green Label, da marca Mountain Dew, que lança MP3 gratuitos de bandas independentes. O seu fundador, Jon Cohen, é dono da revista The Fader e também do selo da revista. “Hoje uma marca tem o poder de lançar um artista”, disse Cohen em uma entrevista para o New York Times.

>> Veja o vídeo de apresentação do RUBBER TRACKS:

 

(*via POPSOP)

>> POSTS RELACIONADOS:

%d blogueiros gostam disto: